GOB/SC – Instala O 1º Venerável da Arls Alicerces Da Arte Real-4379, Rito York,  do Oriente de Blumenau

INSTALAÇÃO BLUMENAU

A comitiva do Grande Oriente do Brasil – Santa Catarina, formada pelo Grão-Mestre Eminente Ir. Adalberto Aluízio Eyng, que presidiu a cerimônia, o Grão-Mestre Adjunto, Poderoso Ir. Altair Salésio Rodrigues, o Secretário Adjunto de Orientação Ritualística para o Rito de York, Poderoso Ir. Manoel Pedro, o Grande Secretário da Guarda dos Selos Poderoso Ir. Cirineo João Hinckel, juntamente com o Coordenador da 5ª Circunscrição Ir. Jean Carlo Michel, realizou, no dia 25/07/2015, a sessão de instalação do venerável Ir. Sérgio Antônio dos Santos na ARLS Alicerces da Arte Real-4379, Rito York, do Oriente de Blumenau. Completou a comitiva do GOB-SC, o Ir. Silvio Hencke-CM, obreiro da ARLS Campeche-2998, mais 11 Irmãos da ARSL Verdade e Justiça-3646, capitaneado por seu VM Ir. Jean Carlos Cardoso, todos do Oriente de Florianópolis.

As seguintes Lojas se fizeram presentes com seus obreiros:

Loja Verdade e Justiça (Florianópolis): Ir. Jean Carlos Cardoso-VM, Ir. Mario Fabrício da Silveira-MM, Ir. Luciano Carlos Montagna de Andrade-MM, Ir. Wolmar Wilson Hoffmann-MM, Ir. Jorge Jaime do Prado Medeiros-MM, Ir. Elisandro Salles-MM, Ir. Nilceu Antoninho Júnior-CM, Ir. Marcos Luiz Zendron-AM, Ir. Daniel Silva Napoleão-AM;

Loja Campeche (Florianópolis): Ir. Silvio Hencke CM;

Loja Orvalho do Hermon (Brusque): Ir. Antônio Marcos Fonseca-MI;

Loja Hermann Blumenau: Ir. Régis Evaloir da Silva-VM, Ir. Celso Pereira dos Santos-MI, Ir. José Rinaldo de Melo e Silva -MI, Ir. Jorge Zimmermann-MM, Ir. Sergio Vidal Garcia Oliveira-AM;

Loja Palmeira da Paz: Ir. Lautério Luiz Lara-MI, Ir. Victor Hugo-MI;

Loja Comandante Lara Ribas (Florianópolis): Ir.Alexandre Kalfetz-MI;

Loja Arquitetos do Vale (Blumenau) Ir. Marcos Antônio Coelho-VM; Ir. Giovani Isensee-MI;

Loja Luz do Vale (Gaspar): Ir. Daniel Schütz Machado-VM, Ir. Adilson Tadeu Machado-MI, Ir. Eduardo Hirt-MM;

Loja Herbert Jurk (Timbó): Ir. Flavio Salai-VM, Ir. João Boeno Soares Filho-MM;

Loja Luz e Integração (Jaragua do Sul): Ir. Waldemar Ziemann-VM;

Loja Laélia Purpurata (Camboriu):Ir. Hermes Pacher-MM;

Loja Arquitetos da Paz: Ir. Jorge Luiz Bruxel-VM, Ir. Luiz Carlos-MM.

INSTALAÇÃO

ADMINISTRAÇÃO DA ARLS ALICERCES DA ARTE REAL-4379, RITO YORK (Ritual de Emulação) – ORIENTE DE BLUMENAU-SC:

 

VM –  Ir. SÉRGIO ANTONIO DOS SANTOS

1º VIGILANTE –  Ir. FABRÍCIO BUBLITZ

2º VIGILANTE –  Ir. SÉRGIO ANTONIO DOS SANTOS FILHO

CAPELÃO –  Ir. FERNANDO JOSÉ TAQUES

TESOUREIRO – Ir. ERNANI JOÃO CIPRIANI

DIRETOR DE CERIMONIAS – Ir. EDSON VISCONTI

GUARDA INTERNO – Ir. JOSÉ OSMAR FERREIRA TAQUES

GUARDA EXTERNO – Ir. CÉSAR DE SOUZA 

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Ir. Douglas Brose é campeão Pan Americano 2015

2015-07-24_DouglasBrose

Foto: Geoff Burke/Reuters

O carateca de Santa Catarina, e atual bi campeão mundial, conquistou no Pan Americano de Toronto 2015, o título que faltava em sua galeria, a medalha de ouro da categoria até 60 kg do Karatê, vencendo o venezuelano Martinez Jovanni.
O Ir. Douglas Santos Brose, 29 anos, que reside e treina em Florianópolis, faz parte do quadro de obreiros da Loja União Brasileira II, que conjuntamente com todos os maçons do estado, está em festa pela conquista deste valoroso Irmão.
No decorrer da semana, quando o Ir. Douglas já estiver de volta a Florianópolis, ele será parabenizado pessoalmente pelo Eminente Grão Mestre do GOB/SC, Ir. Adalberto Aluizio Eyng.

2015-07-23_DouglasBrose

Foto: Sergio Dutti/Exemplus/COB

Publicado em Notícias | Deixar um comentário

Carta Constitutiva para Loja Harmonia e Fraternidade n. 3490

No dia 17/07/2015, o Grão Mestre e o Grão Mestre Adjunto realizaram no GOB-SC a entrega da Carta Constitutiva (provisória) para a Loja Harmonia e Fraternidade n. 3490.

todos juntos

Publicado em Notícias | 2 comentários

Administração GOB 2015 – 2019

Clique aqui e conheça a equipe de administração do GOB / SC no período de 2015 à 2019.

Publicado em Notícias | 2 comentários

Discurso de Posse do Grão Mestre do GOB / SC

ALESC em 20/06/2015.

Autoridades Civis e maçônicas;

Ilustres Convidados; Familiares; Irmãos; Cunhadas;

   Uma especial saudação aos membros da nova Mesa Diretora da PAEL, há pouco eleita e aos Deputados Estaduais recém-empossados.

   Senhoras e Senhores, e Meus Irmãos que abrilhantam este plenário, representando todos os orientes do nosso rico e amado estado de Santa Catarina, recebam minha saudação especial.

 Inicio minha breve alocução, com agradecimentos especiais:

  • A Deus por me propiciar vida e saúde;
  • À minha esposa Bete, e aos meus filhos, noras e netos e à minha Família, sempre presente, essenciais em minha caminhada, sem o apoio dos quais não estaria aqui, neste momento solene;
  • Agradecimento à todas equipes de trabalho, desde a saudosa ACARESC, onde iniciei minha carreira profissional, e a todos os colegas da Fazenda Estadual, essenciais em minha formação;
  • Ao Ir. Salésio, meu companheiro de jornada, que sem titubear aceitou comigo esta missão;
  • Aos Deputados da PAEL da legislatura anterior e que conosco trabalharam, em harmonia, sempre comprometidos na representação de suas Lojas, visando o melhor para o Grande oriente, num período de 4 anos, de grande produção legislativa;
  • À comunidade Gobiana Catarinense, pela acolhida quando em visita às Lojas e por depositarem seu voto de confiança, em nosso projeto de trabalho;
  • À minha Loja Mãe – Professor Mâncio da Costa, na qual, fui iniciado, acolhido, e onde tive a oportunidade de aprender, com o convívio de valorosos irmãos e familiares, nestes quase 30 anos de caminhada maçônica;
  • Ao meu padrinho, Walmor Backes que acreditou em mim e patrocinou a minha indicação, nos idos de 1984;
  • A todos vocês dedico a minha sincera gratidão, por tudo que significam em minha vida!

   Recentemente, no dia 11 de abril, nosso Grande Oriente comemorou 65 anos de fundação e desde então, vinte (20) Irmãos estiveram à frente dos destinos de nossa Ordem, ocupando o cargo de Grão Mestre Estadual, acompanhados por seus Adjuntos.

   Nesta longa trajetória, certamente não foram poucos os obstáculos a serem transpostos, em épocas, as quais, sem o auxílio das modernas tecnologias de comunicação, tudo era mais difícil.

   Longos e penosos foram os esforços dos que nos antecederam, entretanto, nenhum deles esmoreceu, e, por isso, levou a termo sua tarefa, e cada qual, a seu modo e ao seu tempo, deixou nos anais da história Gobiana Catarinense, o seu legado registrado.

   É, pois assim, Senhoras, Senhores, e Meus Irmãos, repletos deste mesmo espírito empreendedor, que neste solene momento de posse, reafirmamos os compromissos assumidos durante a nossa breve, mas, intensa campanha, quando percorremos todos os quadrantes de nosso belo estado catarinense.

   Nesta caminhada pelo estado, muito vimos, muito ouvimos, muito observamos; desde o recém iniciado, ao mais experimentado, todos sem exceção, demonstrando suas preocupações e o seu comprometimento com o melhor para a nossa Ordem; todos trazendo dentro de si um forte anseio de uma Maçonaria mais ativa e atuante, e igualmente, todos sabedores que isso somente será possível, a partir do engajamento coletivo, sem exceções!

   E sendo assim, como sempre tenho destacado, o Ir. Salésio e Eu, sozinhos nada somos e nada significamos, e por isso, contamos com a sua essencial contribuição, para as iniciativas da administração, convergindo assim, com o espírito de equipe que sempre norteia nossas ações.

   A partir desta conscientização poderemos elevar a Maçonaria, e, em especial, a Maçonaria Catarinense, a um lugar de destaque, como instituição de homens livres e de bons costumes; como líder dos movimentos evolucionistas, na busca de um maior e efetivo progresso social.

   Grandes homens fizeram e fazem parte da história da Maçonaria e relevante é o seu legado.

   Filósofos da estirpe de Voltaire e Goethe; Músicos como Beethoven e Mozart; Poetas como Lamartine; Escritores como Castellar e Mazzini; e Mais de 30 maçons foram agraciados com o Prêmio Nobel, por feitos notáveis na ciência, nas letras, nas artes e na política, como Churchill, Alexander Fleming, George Marshall e Theodore Roosevelt, apenas para citar alguns.

   E os libertadores da América: como George Washington, nos Estados Unidos; e Bolivar, no norte da América do Sul;

   E não nos esqueçamos dos artífices da Pátria brasileira: como José Bonifácio, Gonçalves Ledo, Duque de Caxias, Deodoro da Fonseca, Campos Salles, Nilo Peçanha, Washington Luiz, Rui Barbosa, Bento Goncalves, Jerônimo Coelho, e tantos outros.

   Essa herança há que ser honrada por nós, e há que ser transmitida intacta e ampliada pelos Maçons que nos sucederem, deixando-lhes um legado, deixando-lhes uma marca.

   E para empenharmo-nos nesta tarefa, haveremos de observar constantemente os exemplos do passado, sem, no entanto, nos descuidarmos dos desafios, que o futuro nos apresentará.

   Pautaremos nossas ações pelas imortais palavras do Maçom Hipólito José da Costa, um dos construtores de nossa independência, quando em Londres, em 1808, assim afirmou:

“O primeiro dever do homem em sociedade é de ser útil aos seus membros; e cada um deve, segundo as suas forças físicas ou morais, empregar, em benefício à mesma, os conhecimentos, ou talentos, que a natureza, a arte ou a educação lhe prestou”.

   E nesta direção, sabedores que somos, que nosso pais, atravessa um difícil momento, no qual, muitas instituições encontram-se desacreditadas, e o quadro que se apresenta oferece um amplo campo de atuação aos detratores da sociedade, cabendo-nos então, o sagrado dever de resguardá-la, inclusive, dela participando, como membros atuantes e seus defensores.

   É, pois, justamente, neste momento, em que a Maçonaria há de se fazer presente, por intermédio da atuação de seus membros e com a prática de sua filosofia, pautada nos princípios da igualdade, da liberdade e da fraternidade.

   Auxiliemos meus Irmãos, a nossa sociedade, com o emprego de nossas forças físicas e morais, de nossos talentos, a retomar o bom caminho e a realizarmos o bom combate.

   A busca por soluções nos apresenta uma torrente de desafios e ha muito já dissemos: não há respostas prontas ou caminhos mais fáceis, sendo necessária a soma de nossos esforços e de nossas habilidades, para juntos, desbravarmos novos caminhos e estes desafios.

   Honremos nossa história; honremos nossos antepassados, honremos a nossa Instituição.

   Assim, constitui-se em dever maçônico, a elevação da tão conclamada cidadania ao mais alto nível possível, pautada em suas atitudes. Este é o compromisso de todo Maçom, que ao se apresentar perante a sociedade deixe transparecer os princípios de nossa Ordem, demonstrando ser um homem ético, virtuoso, comprometido com as leis, para que os seus próximos, nele se espelhem, seguindo suas atitudes e seguindo o seu bom exemplo.

   É necessário que transmitamos nossos valores aos jovens, pela ação e pelo exemplo, a relevância das palavras, a honra e a integridade, pois, sempre foram e são a maior riqueza, o maior patrimônio de um homem.

   E acreditando nestes nobres ideais, transformando sonhos em realidade, haveremos de implementar em nosso Grande Oriente Estadual, ações e projetos, com este foco, convidando cada Irmão, cada cunhada, cada sobrinho e sobrinha, para juntarem-se a nós, nesse desafio e nessa empreitada, contando ainda, com o especial apoio dos poderes constituídos, aqui hoje muito bem representados, por tantas autoridades, que nos honram com as suas importantes presenças, e, aglutinando, as demais forças da sociedade organizada.

   Somente com a soma desses esforços haveremos de construir uma sociedade mais justa e igualitária.

   E assim, dirigindo-lhes as retumbantes palavras de outro Irmão, um revolucionário da paz: Nelson Mandela, que assim se expressou:

“Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes. Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta. […];

   Nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível? ” Na verdade, quem é você para não ser tudo isso. […];

   E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo”.

   Caros Irmãos e convidados, recebam minha eterna gratidão por suas honrosas presenças.

   E aos meus Irmãos deixo como compromisso final: O de guiarmo-nos pelas palavras do escritor Sydney Smith:

“O maior de todos os erros é não fazer nada só porque se pode fazer pouco. Faça o que lhe for possível.”

   E assim, inspirados nesta exortação, junto com cada um de vocês, canalizaremos as nossas energias, fazendo o possível e o melhor, pelo nosso Grande Oriente, atuando junto à sociedade em que estamos inseridos.

   Muito obrigado a cada um de vocês pela sua importante e honrosa presença, rogando a Deus que nos abençoe com suas infinitas bênçãos, propiciando-nos as forças, a sabedoria e muita saúde, a empregar em todas as ações que empreendermos.

   Recebam meu abraço fraterno e muito obrigado, de coração.

Adalberto Aluízio Eyng

Grão Mestre GOB / SC

Publicado em Notícias | 2 comentários